• Entrar/Login
  • Criar uma conta
  • Informações

Como criar um menu de restaurante

Ter um menu bem elaborado e cuidadosamente planeado pode ser o diferencial do seu restaurante. Ele é o melhor jeito de impulsionar as vendas do seu negócio e gerar aumento de lucro. Alguns estudos mostram que um menu visualmente agradável pode aumentar de 10 a 15% o lucro final.

Para lhe ajudar-mos neste processo, desenvolvemos este guia com todas as etapas necessárias para a criação de um bom menu de restaurante.

Ferramentas grátis para criação de menus

Existem diversas maneiras de criar um bom menu. Uma das formas mais fáceis é através de um software de design. Estes programas têm zero custo e estão disponíveis on-line:

  1. O Adobe Spark foi criado pela Adobe, a mesma empresa do Photoshop e do InDesign. O Spark oferece uma vasta gama de tamanhos, modelos, temas, fontes e imagens para personalizar o seu menu.

  2. A Upserve tem o software “Your Menu Here”, que utiliza técnicas psicológicas para entender a melhor opção para si. Existem diversos modelos e amostras gratuitas para descobrir como projetar o seu menu de forma atrativa.

  3. O Canva é uma ferramenta simples que lhe pode ajudar a criar o seu menu em tempo recorde. Este software permite o envio das suas próprias fotos e fundos para personalizar o seu menu. Caso não tenha nenhuma foto, a ferramenta também oferece muitas opções gratuitas. Depois que o menu estiver pronto, o Canva permite editar facilmente o mesmo arquivo com pratos sazonais ou novas opções no menu. Basta usar a sua imaginação!

Dicas para montar o seu menu

Encontre abaixo algumas listas com ótimas dicas para criar o menu perfeito para si.

DEFINA O SEU LAYOUT

  • Destaque os pratos diferenciados no seu menu.
  • Crie áreas alternativas para vegetarianos, veganos, alérgicos e pessoas com dietas alternativas.
  • Crie um menu separado para sobremesas e bebidas.

DESCUBRA O SEU ESTILO

  • Escolha qual o estilo do seu menu. Ele deverá refletir qual o posicionamento e perfil do seu restaurante.
  • Lembre-se de sempre considerar qual o seu público: famílias, jovens, miúdos e idosos.

ESCOLHA AS SUAS CORES

  • Vermelho, amarelo e laranja geralmente são utilizados para abrir o apetite.
  • Azul geralmente é utilizado para menus com peixes e mariscos.
  • Lembre-se de utilizar as cores do teu restaurante.

DEFINA A FONTE DO MENU

  • Se o seu restaurante for familiar, escolha uma fonte grande e legível.
  • Dê ênfase nos ingredientes do menu e não nos preços.
  • Fontes elaboradas e serifadas dão uma aparência mais elegante.

ESCREVA OS SEUS INGREDIENTES

  • Liste todos os teus ingredientes de um jeito claro e informe caso haja algum item alérgico.
  • Utilize palavras descritivas como crocante, delicioso e cremoso.
  • Evite a utilização de cifrões como €. Estudos mostram que clientes tendem a gastar mais quando não veem estes símbolos.

ADICIONE FOTOS

  • Adicione fotos e símbolos para comidas vegetarianas, veganas e sem glutén.
  • Limite-se a uma foto por página para não deixar seu menu extenso.

Como começar o seu menu

Quando os clientes olham para o seu menu, automaticamente os seus olhos são atraídos para diferentes locais. São nestes espaços que os pratos mais populares e com maior margem de lucro devem estar. Os primeiros três pontos olhados pelos clientes são chamados de Triângulo Dourado por especialistas.

O Triângulo Dourado

Esta técnica chamada Triângulo Dourado mostra as três áreas em que o seu cliente costuma olhar logo ao pegar o seu menu.

MEIO

O primeiro lugar que a maioria das pessoas visualiza é o meio da página. Este é um ótimo local para adicionar os seus pratos especiais e limitados.

CANTO SUPERIOR DIREITO

Depois de olhar o meio da página, geralmente os clientes olham para o canto superior direito. Muitos restaurantes optam por colocar os pratos principais neste local.

CANTO SUPERIOR ESQUERDO

Por fim, os clientes tendem a olhar para o canto superior esquerdo, onde costumam ficar as entradas e aperitivos. Isso pode aumentar o seu lucro.

Como dividir as categorias do seu menu

A divisão pode ser feita entre os pratos mais caros e os mais baratos ou entre os pratos mais populares e os mais caros. Depois de utilizar a técnica do Triângulo Dourado, fica mais fácil definir os itens restantes do teu menu. A próxima coisa que deve levar em conta é a divisão de áreas dentro do seu menu.

ÁREAS

Neste caso, leve em consideração quantos itens existem no seu menu para encontrar a melhor divisão. Sua área principal pode ter entradas e sandes. Ou também carnes bovinas, de frango e de porco. Quando se trata de áreas, é melhor ser o mais específico o possível para que os seus clientes entendam rapidamente a divisão do menu. Para restaurantes étnicos, a melhor opção é fazer estas área por tipos de carne.

Dicas para criar o seu menu

Veja abaixo algumas dicas simples para projetar o layout do seu menu.

  • Crie um menu apenas de sobremesas. Alguns estudos mostram que, se as suas sobremesas estão no cardápio principal, é menos provável que eles peçam um aperitivo. Além disso, o menu de sobremesas e drinks pode ser deixado na mesa do cliente para que ele possa consultá-lo sempre que achar necessário enquanto estiver no restaurante.

  • Restaurantes com uma vasta gama de bebidas podem optar por ter um menu próprio também, separadas por bebidas alcóolicas e não alcóolicas.

  • Se o seu restaurante tiver muitas opções vegetarianas, veganas e sem glúten, vale adicionar áreas dedicadas para estes itens. Opte por criar uma nova área para estes tipos de alimentos, assim, os seus clientes podem encontrar mais rápido quais os pratos disponíveis.

  • Dê destaque para pratos específicos (sazonais ou limitados) com uma borda ou caixa ao redor deles. Isso distingue a especialidade do seu restaurante e atrai os olhos do seu cliente. Outra técnica utilizada é colocar estes pratos no meio do menu.

Quantas páginas o menu deve ter?

O número de páginas dependerá da quantidade de pratos. Mas lembre-se: menos é mais. Se o seu menu tiver muitas páginas, pode deixar os clientes confusos e dificultar os pedidos.

A maioria dos menus têm 2 folhas e bastante espaço para descrição dos itens. Porém, também pode optar por um design exclusivo e folhas mais longas. Tudo depende da sua imaginação e do posicionamento do seu restaurante.

Como dar início à criação do menu?

Para dar início à criação do seu menu, é preciso levar em conta muitos detalhes. Primeiro, deve escolher qual o estilo do seu menu, que é basicamente o conceito do seu restaurante. Depois de definir o seu estilo, é hora de escolher as fontes, imagens, cores, descrições e elementos gráficos do menu.

Como escolher o estilo do menu?

É importante escolher um estilo que reflita a sua marca e atraia clientes. Veja alguns estilos mais recorrentes no ramo de restaurantes que podem seguir como direcionamento:

SOFISTICADO - Menus sofisticados são curtos e possuem poucos itens. Geralmente não há imagens e utilizam uma fonte detalhada e elegante.

INFANTIL - O menu de restaurantes para família devem ter muitas cores vivas para captar o interesse dos miúdos. Neste caso, pode escolher por uma fonte grande, legível e digitalizada.

MODERNO - Os menus modernos são grandes e possuem designs variados. Muitos restaurantes modernos têm menus elegantes, com designs diferentes, imagens próprias e fontes marcantes.

NOSTÁLGICO - Possuem um estilo rústico, antiquado e com muitas imagens na mesma página. Se a clientela do seu restaurante for majoritariamente idosos, escolha fontes maiores para facilitar a leitura.

Adicione detalhes que fazem a diferença

Existem muitos detalhes e elementos gráficos que dão aquele toque especial ao seu menu, como fontes, cores e imagens. Este trabalho de comunicação visual dá mais personalidade e caráter para o seu menu e, consequentemente, para o restaurante. Veja algumas dicas para escolher os detalhes do seu menu:

COMO DESCREVER OS PRATOS

✅ Utilize descrições apetitosas com palavras que transmitam a ideia principal do prato: deliciosa, crocante, cremosa.

✅ Alerte a presença de ingredientes alergênicos.

✅ Ofereça informações sobre cada prato, como ingredientes, modo de preparo etc.

✅ Se o seu restaurante tiver nomes exclusivos para os pratos ou for étnico, é importante que as descrições estejam claras para ajudar os clientes a entender o que é aquele prato.

✅ Utilize as suas descrições para descrever o sabor e a textura, não apenas os ingredientes.

✅ Ao invés de descrever todos os ingredientes, opte por deixar o texto mais suave e apetito. Exemplo: “A salada lisboeta contém rúcula, alface crocante, queijo de cabra cremoso e nozes cristalizadas, tudo coberto por um leve e delicioso vinagre de morango.”

COMO UTILIZAR IMAGENS

  • Utilize imagens em alta definição. Imagens granuladas ou sem foco podem ser prejudiciais ao seu restaurante.
  • Não utilize mais do que 2 imagens em cada página. Ao menos que seja um restaurante familiar.
  • Caso tenha uma franquia, contrate um fotógrafo profissional de alimentos para tirar fotos dos seus pratos.
  • Se estiver atualizando o seu menu, pode verificar no Instagram e ver se algum cliente publicou alguma foto de um dos seus pratos para usá-la. Lembre-se de sempre pedir a permissão do usuário para utilizar uma foto de mídias sociais em geral.
  • Adicione fotos dos pratos mais populares e de maior valor. As imagens podem despertar o apetite e o interesse do seu cliente.

COMO ESCOLHER AS CORES

  • As cores utilizadas no seu menu dizem muito sobre o restaurante. Faça esta escolha de acordo com a marca do seu restaurante.
  • As cores escolhidas afetam diretamente no apetite do seu cliente.
  • Cores vivas como vermelho, amarelo e laranja podem aumentar o apetite dos seus clientes.
  • As cores presentes no menu devem se complementar e fazer parte da sua marca.
  • Tome cuidado com o excesso de cores. Isso pode ser prejudicial ao seu restaurante.

COMO ESCOLHER A TIPOGRAFIA

  • Dê maior destaque às descrições dos pratos e não aos preços. Se os preços forem muito grandes, os seus clientes passarão a procurar pelo prato mais barato e não pelo que mais os atrai.
  • Use letras maiúsculas ou em negrito para o nome dos pratos. Prefiras letras minúsculas e regulares para a descrição, isso facilita a leitura e diferencia o peso do texto no seu menu.
  • Remova os cifrões do seu menu. Eles possuem uma conotação negativa para os clientes e inibe grandes compras.
  • Se o seu público alvo for mais jovem ou mais velho, pode optar por uma fonte maior e mais legível.

Sugestões de ouro para a construção do seu menu

O seu menu já deve estar quase completo a esta altura. Aqui estão algumas dicas finais para incluir no seu menu:

  • Crie símbolos para diferentes tipos de ingrediente: veganos, alergênicos, vegetarianos, sem glúten ou sem açúcar. Isso ajuda os seus clientes a encontrar pratos que atendam à dieta deles.

  • Quando terminar o seu menu, também pode digitalizá-lo para seu website. Isso é muito importante se a sua empresa tiver um serviço de delivery ou retirada. Ao adicionar seu menu on-line, não se esqueça de criar uma versão responsiva para telemóvel.

O seu menu diz muito sobre seu restaurante e o seu negócio. Um menu bem pensado que estimula os seus clientes pode ajudar suas vendas e aumentar o seu lucro.

Seja criativo. Para continuar atualizando o seu menu, observe durante o atendimento como os seus clientes utilizam o seu menu: quais são os pratos mais pedidos, onde eles estão localizados, quais são os pratos com menos recorrência etc.

E lembre-se: caso queira colocar seu menu na internet, faça uma versão responsiva para telemóveis.

DE VOLTA AO TOPO